Google+ Followers

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

POLÍTICA - Essa perseguição ao Lula já está ficando uma coisa cansativa.

Perseguição a Lula vai gerar efeito bumerangue?



voltar
Nas conversas de rua, com pessoas simples, sobretudo, já é possível notar um certo enfado das pessoas como o grau de perseguição a Lula.
Com o agravamento da crise e à medida em que vai ficando claro que a chuva de pétalas de rosas prometida com o impeachment não virá, mais e mais pessoas vai ligando uma coisa à outra – aliás, algo confessado pelo jurista do golpe, Miguel Reale Júnior, que diz hoje ao Valor que, sem o impedimento da Presidenta, Lula não seria réu.
Não é disparatado supor que isso também possa estar contribuindo para Lula abrir vantagem nas pesquisas eleitorais. Como diz a nota expedida hoje pela assessoria de Lula, vai ficando evidente que tudo  tem como objetivo impedir que Lula seja candidato em 2018.
A jornalista Helena Chagas, hoje, no site Os Divergentes, com todas as ressalvas de que não há ninguém acima da lei,lança o desafio:  desafio: “encontrar um cidadão brasileiro que tenha se tornado réu cinco vezes, ao longo de cinco meses, sendo as duas últimas denúncias aceitas com prazo de três dias entre uma e outra – 16 e 19 de dezembro – e apresentadas pelo Ministério Público apenas sete e quatro dias antes, respectivamente”.
E isso, lembra ela, ” ficou mais rápido depois do Datafolha que, há oito dias, mostrou Lula à frente de todos na corrida eleitoral em primeiro turno, perdendo apenas para Marina Silva no segundo.”
É vó ver a Globonews e ler os jornais que é isto o que perseguem: matar Lula e ressuscitar Marina, para ocupar o lugar até que tenham – se tiverem – um nome para 2018 ou antes, se for o caso.
Se tiverem…

Nenhum comentário: