Google+ Followers

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

POLÍTICA - Libertado o Boulos.



17 de janeiro de 2017 - 18h45

Guilherme Boulos é solto e recebe solidariedade de personalidades


Mensagem de solidariedade do PCdoB ao líder popular, Guilherme Boulos. Mensagem de solidariedade do PCdoB ao líder popular, Guilherme Boulos.
Detido nesta manhã, Boulos foi acusado de desobediência e incitação à violência. Ele foi levado ao 49º Distrito Policial para prestar depoimento. Direto da delegacia, ele falou com a imprensa que a detenção era uma "injustiça" e uma prisão "evidentemente política". Após prestar depoimento, a liderança do movimento pela moradia foi liberada no fim da tarde desta terça (17).


Durante todo o dia, os apoios públicos ao líder popular foram surgindo das mais diferentes personalidades como o ator humorista Gregório Duvivier, o cantor Emicida, a atleta Joanna Maranhão, o colunista Leonardo Sakamoto, o senador do PT-RJ, Lindberg Farias, o senador do PMDB, Roberto Requião e a deputada federal do PCdoB-RJ, Jandira Feghali, que utilizaram as redes sociais para protestaram contra a prisão arbitrária e postaram sua indignação nas redes sociais.

Preocupado com a prisão do líder popular, o PCdoB também protestou contra o despejo das famílias e contra a violência da polícia paulista, ressaltando que "lutar não é crime":



Além da demonstração de apoio, Gregório Duvivier publicou uma mensagem que relacionava o escândalo de corrupção na merenda que envolve o governo de São Paulo. "Em terra de ladrão de merenda, quem vai preso é quem luta por moradia. Liberdade para Guilherme Boulos já!", postou no Twitter.

Veja abaixo as mensagens:



Lideranças políticas

A deputada Jandira Feghali (PCdoB) também destacou sua preocupação com o despejo das famílias carentes e criticou a falta de diálogo do governo de São Paulo com o movimento que luta pelo direito à moradia.









Liberação

Após a soltura do líder do MTST, Guilherme Boulos, a página oficial da liderança publicou mensagem destacando a preocupação do movimento em ajudar às famílias que foram despejadas e agradeceu os apoios recebidos. Segue abaixo:

Nenhum comentário: