Google+ Followers

sábado, 25 de março de 2017

POLÍTICA - "Me dá um dinheiro aí".

Temer empurra Paulinho para a oposição com o “me dá um dinheiro aí”


acordofs
A manchete da Folha, construída a partir de um vazamento – falso ou verdadeiro – vindo do Palácio do Planalto foi o pior serviço que se poderia fazer ao Governo Temer.
Empurra Paulinho da Força e as outras centrais (que não a CUT)  para a saia-justa de ter qualquer posição de negociação  em relação à Reforma Trabalhista a serem vistas como uma “compra” feita pelo Governo, com os recursos da contribuição associativa definida nas assembleias das categorias.
Temer deve voltar a discutir o assunto com auxiliares nos próximos dias. O ministro do Trabalho disse ao presidente que o acordo com as centrais seria um passo importante para reduzir manifestações contra as reformas. A Força convocou protestos e paralisações para 28 de abril, mas indicou ao Planalto que está disposta a suspender os atos caso haja acordo.
Imaginem a “alegria” que devem estar sentindo, se for verdade, os promotores deste acordo em serem expostos assim, em praça pública, como “vendedores” dos direitos dos trabalhadores.
Ainda que seja verdade, é um desastre, pois é gasolina pura nas disputas sindicais.
Só a matéria da Folha já encheu as redes sociais de reclamações…
Se havia algum acordo, não há mais. Se não havia, agora é que não sai.
Os “muito espertos” do Planalto, querendo parecer em “ativas negociações”, acabam de fechar a porta para elas.
São umas bestas.

Nenhum comentário: