Google+ Followers

sábado, 25 de março de 2017

POLÍTICA - Uma briga de quadrilhas.


Briga entre dois frigoríficos tinha de um lado o hoje ministro da Justiça, que ajudava doador de campanha

25 de março de 2017 às 12h17
Da Redação

Duas reportagens do Jornal da Record demonstram que:

— O então deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR) atuou em defesa de um de dois frigoríficos envolvidos em uma disputa de negócios, beneficiando empresário que fez doações de 80 mil reais para sua campanha;
— A atuação de Serraglio foi feita através do ex-superintendente do Ministério da Agricultura do Paraná, Daniel Gonçalves Filho, que em gravação se dizia pressionado por Serraglio para prejudicar uma das empresas, negando a ela o selo do SIF;
— Ouvido, Serraglio atribui a indicação de Daniel ao senador Roberto Requião (PMDB-PR), uma forma de tirar o foco do cerne da denúncia;
— O juiz Marcos Josegrei diz que a Carne Fraca trata acima de tudo de uma denúncia de corrupção e de que não há provas concretas nas questões sanitárias;
Como Marcelo Zero havia alertado aqui, a mídia trata de esconder que o esquema beneficiava o PP e o PMDB, partidos-chave no apoio ao usurpador Michel Temer no Congresso. Basicamente, é briga de quadrilha

Nenhum comentário: