Google+ Followers

domingo, 19 de fevereiro de 2017

POLÍTICA - Lula se aproxima da vitória em 1º turno.

www.apostagem.com.br

LULA SE APROXIMA DA VITÓRIA EM 1° TURNO: O cenário 3 do CNT/MDA abre caminho para vitoria de Lula/Ciro em 1° Turno.

A pesquisa divulgada no dia 15/02, mostrou forte e consistente ascensão de Lula como candidato à presidência em 2018. Em todas as hipóteses, o ex-presidente venceria o pleito com folgas. Porém, há um cenário bastante especial e prováve  em que Lula já pode começar a almejar a vitória em primeiro turno, é quando Ciro Gomes não figura entre os presidenciáveis. Alás, é bem possível que esse cenário sem Ciro seja o mais próximo do real, uma vez que já existem articulações internas aos partidos PT e PDT para formar uma chapa que tem Lula como presidenciável e Ciro como vice.
grafico_cenario3_mda
grafico_cenario3_mda_todos_vs_lula
O quadro apresentado no cenário 3 era virtualmente impossível há 6 meses, quando a posição do ex-presidente não não vencia em nenhum dos quadros no segundo turno. O passar do tempo e a própria atuação da Lava Jato, bem como a pronta reação da defesa Lula, em recorrer à ONU e explicitar diretamente a ideia de estar sendo perseguido contribuiu de forma decisiva para essa virada de quadro. Porém, o mais importante a ser repercutido é que a atuação e a avaliação do atual presidente interino, Michel Temer, é de grande importância para o crescimento contínuo do petista. Segundo o próprio instituto, Temer obteve sua pior avaliação assim que assumiu com o afastamento da presidente eleita Dilma Rousseff e o ápice de sua aprovação no desfecho do processo de impeachment. Em fevereiro, os dados já convergem para os números iniciais com a aprovação pessoal de Temer, já tendendo aos piores momentos de sua antecessora.
Seguindo a tendência de desgaste e desaprovação do atual governo, bem como a economia desintegrando e enfrentando o terceiro ano de recessão, outra grande compreensão passa ser valiosa, é nostalgia. Além do sentimento de gratidão que já existe entre as camadas populares, a nostalgia de tempos muito melhores na era Lula, vem transformando o petista numa unanimidade quando o assunto é recuperar a economia e ânimo do brasileiro. Temer, se conseguir concluir seu mandato, dificilmente será candidato, dado que seu desgaste já é latente. Ao concluir a reforma da previdência e a trabalhista, caso seja capaz, sua aceitação será risível.
Já Aécio, que representa o principal antagônico a Lula, ao se aliar com o governo Temer, levou seu partido para o fiasco político que ainda não deu resultado nas eleições municipais. Porém, para as eleições de 2018, o resultado da pesquisa demonstrou que quem esteve ao lado do golpe já começa a amargar duras perdas eleitorais. Tanto Aécio quanto Alckmin aparecem com resultados muito aquém de eleições presidenciais anteriores. Ou seja, para concretizar o golpe, a oposição ao PT queimou suas lideranças políticas e ao tentar destruir Lula, queimou todos os barcos numa batalha vencida do congresso, mas que projeta uma forte derrota nas urnas. As forças conservadoras do Brasil ou partem para o golpe descarado e cancelam a eleição de 2018 ou serão fragorosamente derrotadas nas urnas e de forma vexatória.

Nenhum comentário: