Google+ Followers

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

PETROBRAS - Ofensiva contra a indústria nacional.


Petrobras já ignora regra de conteúdo local e contrata empresa chinesa


   
O contrato, no valor de US$ 50 milhões, é para o fornecimento de correntes de aço usadas para a ancoragem de seis navios-plataforma. Segundo as regras vigentes, esse segmento precisa cumprir percentual mínimo de 65% de conteúdo local. No entanto, a empresa chinesa vai usar 100% de material importado no projeto.

Em caso de descumprimento do conteúdo local mínimo, a ANP (Agência Nacional do Petróleo) pode auferir multas. Mas isso só ocorre ao final do contrato. As primeiras amarras contratadas na licitação só estarão em atividade a partir de 2018.

A concorrente brasileira Brasil Amarras entrou na Justiça na segunda (6) para tentar reverter o resultado da licitação. A acusação é que a vencedora praticou preços abaixo dos de mercado.

O governo discute os termos de uma nova política de conteúdo local. De acordo com reportagem da Folha de S.Paulo, pessoas ligadas ao setor citam duas hipóteses para a Petrobras ter aceitado preços muito abaixo dos de mercado: "estaria contando ou com a multa da ANP ou com que, na mudança das regras, o percentual seria reduzido ou extinto", diz o jornal. 


Do Portal Vermelho, com Brasil 247

Nenhum comentário: