Google+ Followers

quinta-feira, 2 de março de 2017

JUDICIÁRIO - Os marajás da PGR.

Os marajás da PGR onde devem estar: no Taj Mahal


marajas
No Poder360, o retrato da vida farta dos que apontam o dedo acusador para todo mundo e querem meter na cadeia impiedosa qualquer ladrão de galinhas.
17 procuradores da República, sem perder suas férias e seu um dia de seus bem fornidos vencimentos vão passar 10 dias na Índia, pelo módico desembolso de menos de um auxílio-moradia por mês (o pacote custa pouco mais de US$ 4.500 e o auxílio moradia mensal equivale a pouco mais de US$ 1.300).
E Suas Excelências vão fazer o quê?
Em tese, debater o tema “Organizações Criminosas e Tráfico de Pessoas”.
Ironicamente apropriado.
Todos os dias do Congresso são cheio de passeios. Inclusive ao Taj Mahal e uma visita ao Hawa Mahal (Palácio dos Ventos), “construído em arenito cor-de-rosa e com arquitetura única de janelas trabalhadas, domos e espirais” que, segundo o programa oficial se desdobra no City Palace “onde teremos um jantar especialmente montado para o grupo. Os passageiros se sentirão como verdadeiros imperadores e marajá Mughals”.
O programa é cheio de passeios turísticos, drinques exóticos e até uma aula de yoga.
O repórter Gabriel Hirabahasi apurou o roteiro dos locais dos congressos anteriores nos nossos dedicados fiscais da lei: Itália, França, Espanha e China.
Veja a matéria completa no Poder360.

Nenhum comentário: