Google+ Followers

sexta-feira, 12 de maio de 2017

POLÍTICA - Cadê o Dória.


Cadê o Doria que estava aqui? O tucano comeu

fired
Retirar um homem de marketing, um comunicador, o prefeito de São Paulo, a grande estrela midiática do momento, João Dória Júnior do programa de televisão em rede nacional, que foi ao ar ontem à noite, é uma declaração de  guerra do PSDB a ele.
E vem logo depois que as pesquisas mostraram que, embora os “chefes” Aécio Neves e Geraldo Alckmin sigam caindo, o falso jovem não conseguiu formar uma musculatura eleitoral que lhe permita bater na mesa e exigir o lugar de candidato tucano.
Como neste ninho a vingança é rápida, Dória foi expelido do programa em que, naturalmente, seria a estrela da companhia.
Mas ele era o “aprendiz”, esta imitação daquelas coisas grotescas da TV americana onde faz-se de tudo para que o outro seja eliminado, e foi demitido. Fired, como se diz na língua da matriz.
A política ama a traição, dizia Leonel Brizola, mas logo abomina o traidor.
Veja-se a quantidade de “abomináveis” que temos hoje na política brasileira, depois que passou a ser movida a xingamentos e deduragens, onde todos acham que vão ser “aquele que sobra”.

Nenhum comentário: