Google+ Followers

sexta-feira, 5 de maio de 2017

POLÍTICA - A "bala de prata" que falhou.

 Blog do Esmael

Depoimento de Duque era a “bala de prata” de Moro que falhou

O depoimento do ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque era considerada a “bala de prata” do juiz Sérgio Moro contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Mas, como todos puderam perceber, também falhou.
O jornalista Luís Nassif, no GGN, desqualificou a delação desta sexta-feira (5) afirmando que “na cadeira dos réus, Duque e Léo Pinheiro não têm o compromisso de provar o que dizem”. Tem razão o colega, pois, sob tortura e para deixar o cativeiro, os acusados são capazes até de confessar que são a “baleia azul”.
O site Brasil 247 anota que ex-diretor da Petrobras, que está preso e já foi condenado em quatro ações da Lava Jato a mais de 50 anos de prisão, contou a fantástica histórica segunda a qual “Lula pediu para que ele fechasse contas no exterior, onde recebia propinas”.
Ao falhar a “bala de prata” de Moro às vésperas do depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Curitiba, na próxima quarta-feira (10), a pergunta que fica é: que tipo de pirotecnia que o magistrado e a Globo vão tentar armar agora?
O clima borocoxô na Lava Jato pôde sentir nesta quinta-feira (4) com a soltura do ex-ministro José Dirceu. Apontado pelo PT como responsável pela crise econômica e desemprego no país, Moro já não reúne muitos adeptos nem na capital paranaense.
Também contribui para a depressão na força-tarefa as sucessivas reformas de sentenças nas instâncias superiores, isto é, TRF-4 e STF, o que desmitificou a “invencibilidade” do juiz Sérgio Moro. Tais derrotas reforçam as teses de partidarização e abuso de autoridade levantadas pela defesa de Lula.

Nenhum comentário: