Google+ Followers

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

POLÍTICA - O mercadão da delação.


O “mercadão da delação”

mercadopersa
Para mim, é incrível que qualquer pessoa com respeito à ideia de Justiça possa considerar normal o que é retratado hoje, em reportagem do Estadão que relata como uma legião de advogados passa dias e semanas, como num negócio empresarial, num toma-lá-dá-cá com procuradores da República, pechinchando meses ou anos de cadeia para dezenas de executivos da Odebrecht.
É, simplesmente, nojento imaginar que a culpa por crimes de corrupção possa estar sendo leiloada assim, na base do “me dá fulano que eu tiro um ano de pena”.
Até porque, em muitos casos, a “prova” a ser oferecida é dizer que deu, prometeu, ajudou ou, mesmo, transforma aquilo que foi doado em contrapartida de qualquer coisa que se deseje dizer que foi.
A Justiça transformou-se num “mercadão” e o que se faz no mercado é mercadejar…
É possível não ficar chocado com o grau de poder que têm servidores  que podem por e tirar da cadeia, aumentar ou reduzir penas, com total autonomia, na prática, porque juiz algum deixará de homologar “delações premiadas” a esta altura.
A lei virou um papel que se negocia ao melhor preço.

Nenhum comentário: